// //



WWW.COMPENDIO.COM.BR

Diferente dos brasileiros franceses reagem a reforma da previdência.

A sexta-feira, 13/09/2019, amanheceu caótica em Paris. Os trabalhadores e trabalhadoras de transportes públicos pararam contra a reforma da Previdência do governo de Emmanuel Macron.

Na frança, a iniciativa dos sindicatos conta com o apoio da população, que diferente do povo brasileiro não tem vocação para perder direitos. É válido lembrar que a França foi palco de grandes revoluções em busta de mais igualdade e de uma sociedade mais justa. A previsão é de que o presidente Macron encontre grandes dificuldade para aprovação da reforma, ou que talvez nem consiga aprová-la. Outra eventual possibilidade é a aprovação de uma reforma que não massacre tanto os trabalhadores como a que está sendo promovida no Brasil.

compencio.com.br, 14/09/2019.




Medida inconstitucional é legalizada pelo STF o guardião da constituição.

Greve da educação é encerreda no Paraná.

Governador do Paraná apresenta proposta e greve é suspensa para avaliação dos servidores.

Greve dos servidores no Paraná ganha força e reúne 30 mil nas ruas de Curitiba.

Diretores e diretoras de escolas estaduais do núcleo de Loanda/PR manifestam apoio a greve dos servidores em carta aberta.

Cai por terra argumento de Ratinho Junor de que a greve era apenas de sindicalistas.

A DIFERENÇA PRAGMÁTICA ENTRE COVARDES E ACOVARDADOS

Assembleia estadual da APP-Sindicato aprova greve a partir do dia 25 de junho.

Ministétio Público diz que capitalização na previdência é inconstitucional.

Leia mais...
Leia mais...