// //



WWW.COMPENDIO.COM.BR

Historiador aponta fortes relações entre fala de Bolsonaro e o Nazismo.

Na semana do Dia Internacional do Holocausto o deputado Jair Bolsonaro, foi indiciado por racismo pela Procuradoria Geral de República(PGR). Segundo o professor Gherman, “um ano depois de pesar negros por arrobas e de dizer que afro brasileiros “não podem mais procriar”, o deputado fascista é indiciado por racismo. Claro, parece óbvio que essas afirmações sejam racistas. Mas o interessante é que essas falas foram feitas em um clube judaico e que o indiciamento vem na semana do dia do holocausto.” Na gravação feita em 2017, Michel Gherman, professor do Instituto de História da Universidade Federal do Rio de Janeiro (IH-UFRJ), condena atitude do público que aplaudiu fala do parlamentar em tradicional clube judaico.

compendio.com.br, 24/09/2018.




O DIA EM QUE O JUIZ ESCANCAROU A VERDADE SOBRE O PRESIDENTE CORRUPTO

Greve geral em defesa do serviço público no dia 18/03/2020

Defender as minorias é um ato de autopreservação. Entenda o porquê.

Neoliberalismo econômico e seus efeitos devastos para quem depende do serviço público.

Usando de violência Governador Ratinho Junior aprova PEC da previdência no Paraná

Conheça 7 dicas que podem reduzir o Triglicérides.

Medida inconstitucional é legalizada pelo STF o guardião da constituição.

Diferente dos brasileiros franceses reagem a reforma da previdência.

Greve da educação é encerreda no Paraná.

Governador do Paraná apresenta proposta e greve é suspensa para avaliação dos servidores.

Leia mais...

Leia mais...