// //



WWW.COMPENDIO.COM.BR

44 Senadores livram Aécio Neves do afastamento por obstrução da justiça.

O mesmo senado que votou, por unanimidade, para afastar o senador Delcídio do Amaral(PT), por crime de obstrução da justiça, votou para manter Aécio Neves, pelo mesmo crime. Nas vésperas da votação o presidente Michel Temer, alvo das mesmas acusações que pesam contra Aécio, visitou o presidente do senado.

Dos 44 senadores que votaram a favor do tucano Aécio Neves (MG), 17 são alvo da Operação Lava Jato. A maior parte deles (10) é do PMDB, partido que mais deu votos a favor do senador mineiro - foram 18 no total.

Apenas dois senadores do PMDB votaram por manter a decisão da Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) que afastou e determinou o recolhimento noturno de Aécio. Foram contrários ao tucano Kátia Abreu (PMDB-TO) e Roberto Requião (PMDB-PR).

Senadores que votaram a favor de Aécio: Airton Sandoval (PMDB-SP), Antonio Anastasia (PSDB-MG), Ataídes Oliveira (PSDB-TO), Benedito de Lira (PP-AL), Cássio Cunha Lima (PSDB-PB), Cidinho Santos (PR-MT), Ciro Nogueira (PP-PI), Dalírio Beber (PSDB-SC), Dário Berger (PMDB-SC), Davi Alcolumbre (DEM-AP), Edison Lobão (PMDB-MA), Eduardo Amorim (PSDB-SE), Eduardo Braga (PMDB-AM), Eduardo Lopes (PRB-RJ), Elmano Férrer (PMDB-PI), Fernando Coelho (PMDB-PE), Fernando Collor (PTC-AL), Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Garibaldi Alves Filho, (PMDB-RN), Hélio José (PROS-DF), Ivo Cassol (PMDB-RO), Jader Barbalho (PMDB-PA), João Alberto Souza (PMDB-MA), José Agripino Maia (DEM-RN), José Maranhão (PMDB-PB), José Serra (PSDB-SP), Maria do Carmo Alves (DEM-SE), Marta Suplicy (PMDB-SP), Omar Aziz (PSD-AM), Paulo Bauer (PSDB-SC), Pedro Chaves (PSC-MS), Raimundo Lira (PMDB-PB), Renan Calheiros (PMDB-AL), Roberto Rocha (PSDB-MA), Romero Jucá (PMDB-RR), Simone Tebet (PMDB-MS), Tasso Jereissati (PSDB-CE), Telmário Mota (PTB-RR), Valdir Raupp (PMDB), Vicentinho Alves (PR-TO), Waldemir Moka (PMDB-MS), Wellington Fagundes (PR-MT), Wilder Morais (PP-GO), Zezé Perrella (PMDB-MG).

Senadores que votaram contra de Aécio: Acir Gurgacz (PDT-RO), Alvaro Dias (Pode-PR), Ana Amélia (PP-RS), Ângela Portela (PDT-RR), Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), Fátima Bezerra (PT-RN), Humberto Costa (PT-PE), João Capiberibe (PSB-AP), José Medeiros (Pode-MT), José Pimentel (PT-CE), Kátia Abreu (PMDB-TO), Lasier Martins (PSD-RS), Lídice da Mata (PSB-BA), Lindbergh Farias (PT-RJ), Lúcia Vânia (PSB-GO), Magno Malta (PR-ES), Otto Alencar (PSD-BA), Paulo Paim (PT-RS), Paulo Rocha (PT-PA), Randolfe Rodrigues (Rede-AP), Regina Sousa (PT-PI), Reguffe (Sem partido-DF), Roberto Requião (PMDB-PR), Romário (Pode-RJ), Ronaldo Caiado (DEM-GO), Walter Pinheiro (Sem partido-BA).

Fonte: Senado Federal – compendio, 17/10/2017.




Empresa lança drone com alta tecnologia e baixo custo.

Deputado investigado por caixa2 irá articular com Ségio Moro medidas contra a corrupção.

Após ligar para Bolsonaro, Temer sugere reforma da previdência ainda para 2018.

Advogado especialista em direito eleitoral explica impugnão de Bolsonaro por caixa 2.

Em vídeo, Bolsonaro ofende de forma vulgar a CNBB.

Ibope aponta cenário de segundo turno parecido com o cenário em que Dilma derrotou Aécio.

Empresa Havan é processada por desrespeitar liberdade política de funcionários

Milhões de brasileiros se unem contra o neofacismo no dia 29/09/2018.

Projeto neoliberal que acaba com direitos do povo ganha força na fala de Mourão

Historiador aponta fortes relações entre fala de Bolsonaro e o Nazismo.

Leia mais...
Leia mais...