// //



WWW.COMPENDIO.COM.BR

Em assembleia realizada em Cascavel, professores do Paraná confirmam adesão a nova greve geral.

A luta contra as reformas da previdência e trabalhistas continuam. Está confirmada adesão em greve geral do dia 30/06/2017 dos professores paranaenses. A APP sindicato realizou assembleia na cidade de Cascavel com expressiva participação da categoria que votou unânime pela adesão a greve em mais um movimento ocupa Brasília. A greve será realizada pela saída de Michel Temer, diretas já e pela não aprovação das reformas da previdência e trabalhista.

O sindicato entente que o movimento de resistência é necessário, para impedir que reformas tão avassaladoras para o povo, sejam votadas num cenário onde congressistas, bancos e grandes empresas devem juntos um total de aproximadamente meio trilhão de reais à previdência.

Para a APP sindicato, além das reformas serem criminosas, Temer não dispõe de legitimidade para sancioná-las, ainda que aprovadas, uma vez que é alvo gravações que comprovam sua participação em esquema de corrupção e obstrução da justiça.

A antecipação das eleições de 2018 é vista como necessária pelo fato de muitos, dos atuais congressistas, também serem alvos de investigação por corrupção, o que tiraria a credibilidade de um presidente eleito pelo congresso de forma indireta.

O momento é de unidade para que o povo possa ter a oportunidade de escolher o representante que conduzirá os atuais projetos de emendas constitucionais, se estes forem realmente necessários, mas sem que haja favorecimento ou perdão de dívidas bilionárias.




Em clima de frustração Globo News não pôde relacionar resposta do Mercado com a Prisão de Lula.

Decisões judiciais continuam beneficiando TEMER e AÉCIO.

STF ignora Constituição Federal e nega HC para o ex-presidente Lula.

Tiros contra a caravana de Lula são atentados contra a liberdade de manifestação.

STF aceita HC de Lula e reestabelece equilíbrio jurídico.

Em Assembleia Estadual da APP Sindicato educadores do Paraná decidem manter estado de greve.

Vítoria do povo, Temer admite que não tem como aprovar a reforma.

Trabalhadores em todo Brasil organizam greve contra a Reforma da Previdência para 19/02/2018

Tuiuti e Beija-Flor denunciam a exploração e a corrupção que a grande mídia tenta esconder.

Um Brasil de duas caras, dois pesos e duas medidas.

Leia mais...

Leia mais...