// //



WWW.COMPENDIO.COM.BR

Antes de aprovar as reformas contra os trabalhadores governo Michel Temer entra em ruínas.

Em uma parte da gravação Aécio Neves fala em matar o delator antes que ele faça a delação. O senador Aécio fugiu do plenário assim que soube das gravações em que ele aparece pedindo propina de 2 milhões. No caso de Michel Temer, as gravações revelam crime contra o judiciário, no sentido de interferir nas investigações. Sua posição de presidente da república agrava mais ainda o fato. Por mais que a grande mídia tivesse “milhões” de motivos para blindar Temer, tentando fazer com que suas reformas fossem aprovadas, o que iria beneficiar empresários e políticos que devem milhões ao cofres públicos e massacrar os trabalhadores, não foi possível disfarçar perante tamanho escândalo. Resta saber agora se o judiciário vai cumprir o seu papel, fazendo as prisões necessárias, ou vai continuar passando para o povo a impressão de que a corrupção no Brasil não tem solução.

Vale destacar ainda, que se Temer cair, o cenário continua não sendo promissor, considerando que o deputado Rodrigo Maia, que está na lista de sucessão presidencial, também é um investigado por corrupção, e que o congresso pode fazer uma eleição indireta para novo presidente, o que poderia colocar no poder alguém de continue atendendo os interesses de empresários e políticos corruptos. A única saída possível, seria eleições diretas já. Quem tiver que assumir o poder, que seja escolhido diretamente pelo povo.

compendio.com.br. 17/05/2017.




Empresa lança drone com alta tecnologia e baixo custo.

Deputado investigado por caixa2 irá articular com Ségio Moro medidas contra a corrupção.

Após ligar para Bolsonaro, Temer sugere reforma da previdência ainda para 2018.

Advogado especialista em direito eleitoral explica impugnão de Bolsonaro por caixa 2.

Em vídeo, Bolsonaro ofende de forma vulgar a CNBB.

Ibope aponta cenário de segundo turno parecido com o cenário em que Dilma derrotou Aécio.

Empresa Havan é processada por desrespeitar liberdade política de funcionários

Milhões de brasileiros se unem contra o neofacismo no dia 29/09/2018.

Projeto neoliberal que acaba com direitos do povo ganha força na fala de Mourão

Historiador aponta fortes relações entre fala de Bolsonaro e o Nazismo.

Leia mais...
Leia mais...